terça-feira, 25 de dezembro de 2012

As Câmaras Municipais e o jeito velho e cansativo de fazer política





Por Alexandre Macedo*

(Texto publicado originalmente na Revista Avisa, 4ª ed., Dez/2012)


Quem algum dia já freqüentou uma Câmara de Vereadores, com certeza, já percebeu que para participar de uma daquelas reuniões é preciso ter uma “paciência de Jó”. São reuniões longas (em média três horas por sessão), um “blá-blá-blá” infindável, bate-boca, e que, no final, resulta em pouquíssimos projetos de interesse público. Mas o que as Câmaras adoram mesmo fazer (isso ninguém pode negar) são as corriqueiras escolhas de “cidadãos honorários” e também mudanças e eleições de nomes de rua. Qual é o cidadão participativo que suporta toda essa canseira? 

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Releia a entrevista que Pedro Vieira concedeu ao MMC


Durante as eleições desse ano o MMC procurou entrevistar os candidatos a prefeito por Capelinha. Apenas Pedro Vieira respondeu aos questionamentos enviados. Nas suas respostas enfatizou seus princípios e fez uma série de compromissos com a população. Destacou que no próximo mandato buscaria aumentar a participação popular com a criação do orçamento participativo no município e audiências públicas para ouvir propostas e reivindicações da comunidade.

MMC: O que leva o senhor a se candidatar mais uma vez ao cargo de prefeito de Capelinha? Fale um pouco de suas características que, na sua opinião, o tornam um candidato preparado para administrar nosso município.
Pedro Vieira: Sou candidato à reeleição porque acredito que ainda posso fazer muito mais por Capelinha e pela população. No atual mandato conseguimos avançar muito, mas como Capelinha cresce em ritmo acelerado estou pleiteando um novo mandato para concluir obras que o município precisa. Clique aqui para continuar a ler

quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Grêmio Estudantil: uma aula de cidadania


Dentro das escolas pode existir um órgão muito importante para os estudantes: o Grêmio. Nesse espaço, os estudantes se unem em torno de causas comuns e buscam defender interesses coletivos.

O Grêmio Estudantil demonstra que é possível a construção de uma sociedade baseada no diálogo, no respeito pelas diferenças e na participação política consciente. Além disso, o Grêmio Estudantil pode ser um grande aliado na resolução de problemas que afetam a rotina de toda comunidade escolar. Nesse espaço, os participantes têm possibilidade de organizarem e promoverem oficinas, eventos culturais, festas, projetos comunitários e torneios esportivos.

Uma iniciativa que vale mais que mil palavras

A imagem abaixo foi "pescada" no perfil do Facebook de Gelson J. Cardoso. É um aviso "informando" sobre a "proibição" de pescar nas lagoas que se formaram dentro dos buracos do Anel Rodoviário de Capelinha. Enquanto isso, a comunidade capelinhense aguarda uma solução definitiva para o problema seja lá de quem for a responsabilidade. Ano após ano, é isso que acontece no A.R. em temporadas de chuva. Parabéns a quem teve a iniciativa do protesto! Ações desse tipo devem acontecer sempre que a população se sentir prejudicada.

AVISO: Proibido pescar nesta área!

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Prorrogadas as inscrições para o processo de Seleção de Bolsistas para o projeto Vale do Jequitinhonha


INSCRIÇÕES PRORROGADAS ATÉ 30 DE NOVEMBRO DE 2012

Associação de Desenvolvimento do Vale do Jequitinhonha (ADVJ) informa aos interessados em participar do “Projeto Vale do Jequitinhonha” que se encontram abertas as inscrições para o processo de seleção de Bolsistas para 2013.  A ADVJ é uma entidade civil, de personalidade jurídica, apartidária, sem fins lucrativos e vínculos religiosos, dedicada à promoção de atividades sócio-educacionais e culturais no Vale do  Jequitinhonha.  A  Associação foi fundada  em  2002, com  a  proposta  de  planejar  e  executar  o  projeto “Vale  do  Jequitinhonha”.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Cidadãos passam a denunciar servidores que levam vida luxuosa e incompatível com a renda

Ação se tornou possível após a divulgação dos contracheques de quem trabalha para o Estado


A Lei de Acesso à Informação, que obriga os órgãos públicos a divulgar na internet o salário dos servidores nominalmente, começa a apresentar resultados positivos na fiscalização do quadro funcional. Com a possibilidade de colegas de serviço e vizinhos ou parentes acessarem as remunerações, a Controladoria-Geral da União (CGU), órgão do Poder Executivo federal responsável pela disponibilização do contracheque de quase 1 milhão de funcionários no Portal da Transparência, já recebe denúncias que apontam enriquecimento ilícito de agentes públicos. São salários incompatíveis com a vida regada a viagens, carros e casas de luxo. Com isso, caem por terra as críticas, principalmente feitas pelos próprios servidores, de que a divulgação nominal dos vencimentos apenas invade a vida privada e não resulta em qualquer benefício à sociedade.

domingo, 18 de novembro de 2012

Ex-prefeito Gelson Cordeiro pode ser obrigado a devolver recursos não aplicados no “coliseu”

Em 1998 se iniciou em Capelinha uma obra que jamais foi concluída: o ginásio poliesportivo localizado no Bairro Vista Alegre. Em julho daquele ano o Ministério do Esporte liberou para a Prefeitura Municipal de Capelinha, na época comandada por Gelson Cordeiro, o valor de R$200.000 para realização do complexo esportivo, conforme está detalhado no Portal da Tranparência.

"Coliseu" de Capelinha: um monumento ao descaso com recursos públicos
A estrutura básica do ginásio ficou pronta, mas a obra nunca serviu a seu fim original. De uns anos pra cá o ginásio passou a ser conhecido como “coliseu”, uma alusão à semelhança com um dos maiores símbolos da milenar cidade de Roma.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Veja as prestações de contas das campanhas que concorreram às eleições 2012 em Capelinha

No site do Tribunal Superior Eleitoral já é possível acessar as prestações de contas completas dos candidatos que disputaram as eleições 2012. No sistema do TSE estão registrados 4 candidatos a prefeito em Capelinha. São eles: Gelson Cordeiro de Oliveira (renunciou), Helene de Cassia de Almeida Ferreira (ficou no lugar de Gelson), Pedro Vieira da Silva e Washington Pereira Ramos (candidatura impugnada).

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Oficinas culturais em Capelinha


A Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, por meio da Superintendência de Ação Cultural, promove, nos dias 9, 10 e 11 de Novembro, na cidade de Capelinha/MG, oficinas do Programa de Capacitação e Aperfeiçoamento Artístico e Cultural.

Informações sobre a oficina de Empreendedorismo Cultural aqui.

Informações sobre a oficina de Canto Coral aqui.

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Números das eleições 2012 em Capelinha

Passado o período eleitoral, é interessante analisar as estatísticas das eleições em Capelinha.
Número total de eleitores: 24.763
Comparecimento: 22,7% ausentes / 77,3% presentes
Clique na imagem para ampliar

domingo, 7 de outubro de 2012

Divulgação do resultado das eleições no site do TSE

O TSE disponibiliza um aplicativo para realizar a divulgação das apurações do pleito de hoje:
É muito fácil usar o sistema. Para acompanhar os resultados de Capelinha basta clicar no mapa de Minas Gerais e em seguida selecionar o município. Ficarão disponíveis os resultados para prefeito e vereador atualizados constantemente.
Clique na imagem para ampliar

sábado, 6 de outubro de 2012

Depois da eleição

Por João Paulo, publicado no jornal Estado de Minas de 22/09/2012
O que uma eleição mostra é um rearranjo de forças. O conflito permanece. E tem que permanecer
A tendência a concentrar nossa experiência democrática nos períodos eleitorais fez muito mal à cidadania brasileira. A cada pleito, a disputa parece se concentrar entre dois nomes e, escolhido um deles, a democracia se instala, o título de eleitor vai para o fundo da gaveta e a consciência de participação ganha um afago, ainda que muitas vezes constrangido: “Pelo menos fiz a minha parte”. 
A política continua depois das eleições
Essa história, tantas vezes repetida, costuma ser seguida de avaliações de conjuntura ou conversas de bar, que tentam decifrar o que pensa “o brasileiro”, por que escolheu fulano, o que isso significa a curto e médio prazos e por aí vai. Não é incomum que o julgamento que põe fim à discussão pontifique que se trata de uma escolha democrática e que, ao derrotado, só cabe aceitar.

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

"Os candidatos são todos iguais"

Por Frei Betto, originalmente publicado no jornal Folha de São Paulo
Época de eleição é época de emoção. A razão entra em férias, a sensibilidade fica à flor da pele. Em família e no trabalho, todos manifestam as suas opiniões.
Para Frei Betto, eleitores devem usar a razão ao votar
O tom varia do palavrão a desqualificar toda a árvore genealógica do candidato à veneração acrítica de quem o julga perfeito. Marido briga com a mulher, pai com o filho, amigo com amigo, cada um convencido de que possui a melhor análise sobre os candidatos...
Um terceiro grupo insiste em se manter indiferente ao período eleitoral. Todos os candidatos são considerados corruptos, mentirosos, aproveitadores ou demagogos (ou tudo ao mesmo tempo).

quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Veja os dados das candidatas ao executivo pela coligação "União para o progresso de Capelinha"

Conforme anunciado na terça feira, dia 2 de outubro, Gelson Cordeiro renunciou sua candidatura ao cargo de prefeito de Capelinha. Ontem, em seu último comício, foi informado que o substituto da coligação “União para o progresso de Capelinha” é Helene de Cássia de Almeida Ferreira, filiada ao PDT e conhecida como Leninha. A mudança já era esperada, pois até então Leninha fazia parte da chapa de Gelson Cordeiro e também havia renunciado ao cargo de vice. Ao TSE, Leninha declarou um patrimônio de R$555.000.
Clique na imagem para ampliar

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Gelson Cordeiro renuncia sua candidatura

Conforme já era esperado, Gelson Cordeiro renunciou hoje sua candidatura ao cargo de prefeito de Capelinha. Mesmo se fosse eleito, o ex-candidato não poderia assumir a prefeitura pois é enquadrado pela Lei da Ficha Limpa (como pode ser visto aqui).

Mais informações no Blog do Banu.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Veja quem financia as campanhas eleitorais em Capelinha

Conforme divulgado pelo MMC, o TSE disponibilizou via internet as duas primeiras prestações de contas apresentadas pelos candidatos de todo Brasil que concorrem nesta campanha. Para baixar o arquivo com todos os dados do país basta clicar aqui.
Como adiantado, o arquivo que está no site do TSE é difícil de ser baixado em conexões de internet lentas por ter 74 megabytes. Para facilitar o acesso dos capelinhenses ao conteúdo, o MMC filtrou as tabelas e criou arquivos com os dados apenas de Capelinha que podem ser facilmente acessados. Essas eleições são as primeiras em que esse tipo de informação é divulgado. As planilhas apresentam dados dos doadores de campanha (inclusive nomes) e gastos dos candidatos e coligações. Salientamos que todas as informações são públicas e foram divulgadas pelo TSE com base na Lei de Acesso a Informação (para saber mais clique aqui).
Divulgar as contas de campanha é um caminho para tornar o sistema político brasileiro mais transparente e democrático. Saber quem são as pessoas, empresas e grupos que financiam campanhas eleitorais pode mostrar aos eleitores quais interesses estão por trás de muitas candidaturas a cargos representativos.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Orçamento Participativo pode ser implantado em Capelinha, diz candidato Pedro Vieira

Veja as respostas para a entrevista que o MMC enviou a Pedro Vieira. Para saber mais sobre essa iniciativa do Movimento Muda Capelinha clique aqui.

MMC: O que leva o senhor a se candidatar mais uma vez ao cargo de prefeito de Capelinha? Fale um pouco de suas características que, na sua opinião, o tornam um candidato preparado para administrar nosso município.
Pedro Vieira: Sou candidato à reeleição porque acredito que ainda posso fazer muito mais por Capelinha e pela população. No atual mandato conseguimos avançar muito, mas como Capelinha cresce em ritmo acelerado estou pleiteando um novo mandato para concluir obras que o município precisa. Sinto-me preparado para administrar Capelinha porque amo nossa terra e quero o melhor para o nosso futuro. Trago os princípios de honestidade e seriedade de berço, tenho uma boa formação educacional, sou democrático, dou autonomia aos meus assessores e tenho bons contatos nos governos estadual e federal para conseguir a liberação de mais recursos e de mais obras para o município. Quero também poder realizar o projeto de implantação da Universidade Federal em Capelinha, que é um sonho de todos.

Porque o MMC publicará as respostas que Pedro Vieira enviou com atraso

Há alguns dias, o MMC tornou público um desejo já antigo dentro de sua proposta, na busca por uma atuação transparente a serviço de um processo eleitoral que, pela primeira vez, favorecesse o eleitor capelinhense.
Diante de uma eleição turbulenta, fruto de uma história política recente não menos confusa, identificamos imediatamente a necessidade urgente de trazer ao povo o maior número de informações confiáveis possível, de modo a possibilitar condições para que as pessoas pudessem exercer seu direito de cidadania melhor informadas, desembaraçadas das tantas mentiras e boatos que povoaram nossas ultimas eleições.

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Perguntas que Pedro Vieira não respondeu


1. O que leva o senhor a se candidatar mais uma vez ao cargo de prefeito de Capelinha? Fale um pouco de suas características que, na sua opinião, o tornam um candidato preparado para administrar nosso município.

2. Na sua opinião, qual é a maior dificuldade em estar à frente do Poder Executivo?

3. O senhor já ouviu falar em Orçamento Participativo? Pretende implementar essa ferramenta administrativa no município de Capelinha?

4. O que o senhor pensa a respeito dos sindicatos, associações de moradores e outras organizações de iniciativa da sociedade civil? Ajudam ou atrapalham a administração? De que forma?

Perguntas que Gelson Cordeiro não respondeu


1. O que leva o senhor a se candidatar mais uma vez ao cargo de prefeito de Capelinha? Fale um pouco de suas características que, na sua opinião, o tornam um candidato preparado para administrar nosso município.

2. Na sua opinião, qual é a maior dificuldade em estar à frente do Poder Executivo?

3. O senhor já ouviu falar em Orçamento Participativo? Pretende implementar essa ferramenta administrativa no município de Capelinha?

4. O que o senhor pensa a respeito dos sindicatos, associações de moradores e outras organizações de iniciativa da sociedade civil? Ajudam ou atrapalham a administração? De que forma?

Candidatos se recusam a responder ao povo!

Há mais de uma semana o MMC divulgou no Facebook e no seu blog que pretendia realizar uma entrevista com os dois candidatos/coligações à prefeitura de Capelinha. Buscamos várias formas de contato com os responsáveis pelas campanhas via Facebook, e-mail, telefone e até pessoalmente. Na terça feira passada (dia 18 de setembro) as perguntas foram entregues para as duas coligações.
Enviamos junto com as entrevistas as regras com as datas limite para resposta, como pode ser visto aqui. Demos até o último domingo (dia 23) de prazo para resposta. Na quarta-feira (dia 19), após se informar do teor da entrevista, a coligação de Gelson Cordeiro avisou que não responderia. Durante todo esse tempo a coligação de Pedro Vieira não deu um posicionamento certo de que responderia.

domingo, 23 de setembro de 2012

Regras para as entrevistas com os candidatos a prefeito

Desde segunda-feira da semana passada, dia 17 de setembro, o MMC vem divulgando que fará (ou tentará fazer) uma entrevista com os dois candidatos a prefeito em Capelinha. Até agora não temos uma posição certa sobre se os dois candidatos enviarão as respostas para as perguntas elaboradas. Algumas, inclusive, feitas por sugestões dos internautas que acompanham a atuação do MMC. Junto com as perguntas, entregues às duas coligações na última terça-feira (18 de setembro), enviamos aos candidatos as regras abaixo. Nelas registramos que o prazo final para a entrega das entrevistas termina hoje, dia 23 de setembro. Aguardaremos mais algumas horas e, caso não as recebermos, daremos seguimento às condições que estabelecemos. Seguem as regras para conhecimento de todos:

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

21 de setembro - Dia Internacional da luta contra o monocultivo florestal

No deserto verde:
Eu calipto,
tú calipto,
Nós capitulamos.

Por Edílson Cordeiro*

O dia 21 de setembro é o dia internacional da luta contra o monocultivo florestal. A iniciativa partiu da Rede Alerta Contra o Deserto Verde, em 2004, e já faz parte do calendário de organizações ao redor do mundo, que lutam pela redução do monocultivo vegetal e pela preservação da biodiversidade.

TSE divulga nomes dos doadores de campanha

Por Marcelo Soares
Pela primeira vez, a Justiça Eleitoral colocou na internet, à disposição de qualquer eleitor ANTES do resultado da eleição, um arquivo mostrando de quem os candidatos receberam dinheiro e a quem pagaram por suas despesas. Fiquei sabendo por meio do Twitter do juiz Márlon Reis, um dos autores da lei Ficha Limpa.
A liberação foi determinada pela presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia, atendendo solicitação feita por meio da lei de acesso a informações públicas. Esses recursos divulgados são os recebidos até o dia 2 de agosto.

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Conheça os planos de governo das coligações à prefeitura de Capelinha

O site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou os planos de governo dos candidatos ao executivo municipal. Como já publicado aqui, o plano de governo é “um documento que cada grupo político elabora no qual ficam claras as propostas, os objetivos da gestão, as estratégias para viabilizar a concretização das propostas, de onde devem sair os recursos”.
Para baixar o plano de governo da coligação “Capelinha: o futuro que queremos” (Pedro Vieira) clique aqui.
Para baixar o plano de governo da coligação “União para o progresso de Capelinha” (Gelson Cordeiro), clique aqui.
Veja abaixo os passos para acessar os planos de governo das coligações direto no site do TSE.

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Perguntas já estão com as coligações

Agradecemos a todos que enviaram suas perguntas e comentários construtivos via blog e Facebook. Apesar de sabermos que o assunto "eleições municipais" em Capelinha provoca discussões acalouradas, é importante registrar que não estamos buscando promover politicagem. Queremos debate sério!
A contribuição do MMC para o processo eletivo será a realização das entrevistas com os candidatos/coligações. Esperamos que nas próximas eleições estejamos mais maduros politicamente e preparados para promover debates em que os candidatos fiquem cara a cara (com os capelinhenses, diga-se de passagem!) e exponham suas ideias, seus valores e projetos.
Enviamos as perguntas para as duas coligações agora a tarde. Como já registrado, a coligação de Pedro Vieira confirmou que concederá a entrevista. A coligação de Gelson Cordeiro já está de posse das perguntas, mas confirmará se responderá a entrevista somente amanhã. Em breve publicaremos as recomendações que o MMC fez aos candidatos e informações adicionais.

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

MMC entrevista candidatos a prefeito


O MMC realizará entrevistas por escrito com os dois candidatos à prefeitura de Capelinha. A coligação "Capelinha: futuro que queremos" (Pedro Vieira) já confirmou que concederá a entrevista. Estamos aguardando a resposta da coligação "União para o progresso de Capelinha" (Gelson Cordeiro). Selecionaremos algumas perguntas dos internautas para os candidatos. Não deixe de participar!

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

...Mas a esperança renasce da indignação do povo!

Nada é mais poderoso que uma
ideia cujo tempo chegou.
(Victor Hugo)


Diante de toda essa situação, qual a novidade no panorama político de Capelinha? Embora nem todas as mudanças que almejamos nos últimos anos tenham acontecido, percebe-se uma reação de parte da população capelinhense. Alguns meses atrás o MMC apresentou as “Sete propostas para as eleições 2012” com o objetivo de tornar o processo eleitoral mais limpo, democrático e focado em projetos. 
Alguns primeiros resultados apareceram, ao menos no que diz respeito à limpeza de fato:  nada de barulho excessivo, confusões em comícios e desrespeito de variada espécie que durante anos vitimou o cidadão capelinhense. Apesar de ser uma grande vitória, é preciso ir além.

terça-feira, 11 de setembro de 2012

A velha politicagem canta vitória em Capelinha...

Como não há ruptura com o passado,
a cada passo esse se reapresenta
e cobra seu preço.
(Florestan Fernandes)


pouco mais de um ano e meio, a população de Capelinha assistiu, estarrecida, a mais um capítulo de sua confusa história política. O grupo que detinha o controle da administração municipal se dividiu de forma bizarra e durante quase um mês pairou na cidade a dúvida sobre o gênero da pessoa que ocuparia a cadeira de prefeito(a). O fato, por si só, gerou incontáveis piadas, mas os capelinhenses manifestaram naquele momento um sentimento de indignação até então inédito.
Quem é de Capelinha sabe perfeitamente que a política partidária local muda a todo instante e, às vezes, as coisas acontecem tão rápido que perdemos o “fio da meada”. Por isso, nunca é demais fazer uma retrospectiva dos fatos, já que recordar é uma virtude. Então voltemos a 2008, mais precisamente no contexto das eleições municipais daquele ano. Tínhamos quatro candidatos: Gerson Fernandes (candidato à reeleição), Gelson Cordeiro, Neném Pimenta e Rita do Sindicato.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Posicionamento do MMC em relação às eleições 2012


Fonte: TRE-RO
Reforçando o posicionamento expresso nas Sete propostas para as eleições de 2012, nos próximos dias o Movimento Muda Capelinha publicará mais algumas considerações a respeito do tema. O primeiro texto tratará da forma como se construiu o panorama para o atual pleito. O segundo texto mostrará as mudanças percebidas na atuação da sociedade civil capelinhense frente ao processo eleitoral. A análise privilegiará a disputa para o executivo municipal.
Desde já, o MMC, enquanto coletivo, deixa claro que não possui “lado” e que busca uma política assentada em propostas e projetos convincentes e democráticos.
Não deixem de acompanhar as postagens e registrar suas opiniões nos comentários!

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Eleições 2012: e você, vai se vender por quanto?

*Publicado originalmente por Bernardo Vieira, do Blog do Jequi

Minha visão política do Vale do Jequitinhonha. Porque não mudar essa realidade?

Num processo eleitoral, principalmente nas eleições municipais, é comum ver a aliança de pessoas “incomuns” num mesmo grupo (e amigos se tornarem adversários). Até ai, tudo bem, e até permitido. O que me surpreende é a forma com que essas pessoas “incomuns” passam a defender uns aos outros de forma nunca vista, como se fossem irmãos de berço.


Seguindo essa linha de princípio, vejo pessoas defenderem um candidato, ou seu plano de governo, sem sequer conhecer ou ter visto tal plano (se é que este existe). Defende este somente pelo fato de que este ganhar garantirá seu futuro (leia-se, sustento) por quatro anos, ou oito, em caso de reeleição. Aí é que se mora o perigo. Pessoas ainda se “vendem” sem se preocupar com o processo eleitoral. Não tem a noção de que o principal prejudicado é ele próprio, e sua comunidade. Ainda se vê (e muito) eleitores trocarem o voto de sua família em troca de molambo, achando este que é vantajoso fazer isso.

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Nestas eleições não se emocione com as "belas" palavras dos candidatos


Na última terça-feira, dia 21 de agosto, teve início o horário político obrigatório no Brasil. Bem, se é obrigatório, é porque não presta. Se fosse coisa boa, não seria obrigatório, e muitos iriam querer assistir. É uma questão de lógica. Por outro lado, assiste quem quer, pois podemos desligar o rádio ou a televisão e não escutar nem assistir nada. No primeiro dia assisti à propaganda de todos os partidos e fiquei emocionado ao ver tanta honestidade, tanta vontade de servir ao povo e tanta criatividade na elaboração dos programas.

Quase cheguei às lágrimas ao ouvir dos candidatos que nosso povo precisa de mais educação, saúde, segurança pública, salários melhores e que precisamos deles para mudar essa situação. Votem em mim para mudar! Como temos homens despojados, de alto nível e com força de vontade para trabalhar pelo povo! Como somos um país privilegiado por ter uma classe política tão humanitária e imbuída do dever para com o próximo!

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Cassação da candidatura de Gelson Cordeiro é noticiada pelo Jornal Estado de Minas



Na edição do dia 27/08/2012, o Jornal Estado de Minas divulgou nota sobre a cassação da candidatura de Gelson Cordeiro, o que com certeza, não causa espanto a nenhum cidadão, já que todos sabem que o candidato possui impedimentos devido à contas irregulares junto ao Tribunal de Contas da União.

Gelson, estrategicamente, terá que repassar o bastão à vice candidata Leninha. Tal situação é prevista desde que a população foi informada da candidatura do ex-prefeito. 


Confira a noticia:

O TRE, manteve a cassação do candidato a prefeitura de Capelinha, Gelson Cordeiro de Oliveira (PV). Gelson foi prefeito do município entre os anos de 1997 e 2004, e teve as prestação de contas desse período rejeitada pelo Tribunal de Contas da União. A Justiça se baseou nesse motivo para barrar a candidatura do verde.

O candidato ainda poderá recorrer junto ao TSE. Mas caso a decisão seja mantida, a coligação poderá indicar outro candidato para substituir Gelson.

Veja a notícia direto no Estado de Minas

sábado, 18 de agosto de 2012

Ações contra lixo eleitoral ganham força


Reportagem do jornal O Diário de Mogi das Cruzes, dia 24 de julho
Vários Estados estão trabalhando para que não haja excesso de sujeira eleitoral este ano / Foto Divulgação
A campanha “Sujou? Voto não!” foi lançada em Mogi das Cruzes no começo do mês de julho por O Diário, como um apelo público aos candidatos que concorrerão às eleições de 2012, nas chapas majoritárias e proporcionais, para que não sujem a Cidade no decorrer da campanha. A iniciativa ganhou o apoio de diversas entidades e de dezenas de cidadãos ouvidos nas ruas pelo jornal, em um claro demonstrativo de que o eleitor não tolera mais o desrespeito ao espaço público. Essa é uma nova consciência que começa a se formar entre o eleitorado, não apenas em Mogi das Cruzes, mas também em diversas localidades do território nacional. Em 2012, movimentos contra a sujeira eleitoral ganharam força por todo o País e O Diário listou, como exemplo, um total de 10 campanhas semelhantes. Em alguns estados, a iniciativa é da própria Justiça Eleitoral, em outros pontos, como no caso mogiano, a proposta partiu de entidades ou cidadãos representantes da sociedade civil. 

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Novos tempos na cultura política de Capelinha




O MOVIMENTO MUDA CAPELINHA, EM NOME DA POPULAÇÃO CAPELINHENSE, PARABENIZA O JUIZ DR. MAYCON JÉSUS, O PROMOTOR CARLOS SAMUEL E A TODOS OS CANDIDATOS QUE OPTARAM PELA CAMPANHA LIVRE DE CARROS-DE-SOM, CARREATAS, FOGOS DE ARTIFÍCIO, VISITA NAS RESIDÊNCIAS APÓS 22H (MOMENTO EM QUE, MUITAS VEZES, SE DECIDIA AS ELEIÇÕES PELA COMPRA DE VOTOS) E OUTRAS MUDANÇAS.


DESSE MODO, REFORÇA-SE UMA CAMPANHA MAIS IGUALITÁRIA ENTRE OS CANDIDATOS, ONDE PREVALECERÁ O DEBATE DE IDEIAS, A APRESENTAÇÃO DOS PROJETOS AOS ELEITORES E NÃO O MARKETING.


A SOCIEDADE CIVIL CAPELINHENSE AGRADECE E COMEMORA O GRANDE AVANÇO POLÍTICO-CULTURAL CONQUISTADO COM TAIS MUDANÇAS.

terça-feira, 31 de julho de 2012

Candidatura de Gelson Cordeiro é barrada na Justiça Eleitoral

Sem causar nenhuma surpresa ao povo de Capelinha, foi anunciada hoje, 31/07, o indeferimento da candidatura do candidato do PV e ex-prefeito Gelson Cordeiro de Oliveira. O juiz indeferiu a candidatura do ex-prefeito se apoiando no Art. 50 da Resolução 23.373/2011 do TSE que diz o seguinte:


Art. 50. Os processos dos candidatos à eleição majoritária deverão ser julgados conjuntamente, com o exame individualizado de cada uma das candidaturas, e o registro da chapa somente será deferido se ambos os candidatos forem considerados aptos, não podendo ser deferido o registro sob condição. 
Parágrafo único: Se o Juiz Eleitoral indeferir o registro da chapa, deverá especificar qual dos candidatos não preenche as exigências legais e apontar o óbice existente, podendo o candidato, o partido político ou a coligação, por sua conta e risco, recorrer da decisão ou, desde logo, indicar substituto ao candidato que não for considerado apto, na forma dos arts. 67 e 68 desta resolução. 
Impugnação de Gelson Cordeiro 

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Adeus folias e algazarras na campanha eleitoral em Capelinha

Justiça Eleitoral determina fim de som automotivo, carreatas, fogos de artifício e outros na campanha eleitoral na cidade


Foto: Hélio Silva

Se não houve novidades quanto aos candidatos que disputarão as eleições em Capelinha, pelo menos algumas mudanças em relação à campanha eleitoral aconteceram. E não foram poucas.

Em reunião que aconteceu no dia 20 de Julho no Fórum da Comarca de Capelinha (com presença dos representantes de várias coligações das três cidades: Água Boa, Angelândia e Capelinha), o juiz Maycon Jésus Barcelos (recém-instalado na Comarca) juntamente com o Promotor Carlos Samuel Cunha anunciaram grandes mudanças em relação à campanha política nas três cidades. 

A reunião se deu de maneira bastante democrática, sendo que os próprios representantes das coligações foram sugerindo as ideias e, em seguida, também votavam e decidiam os critérios. O impressionante foi que, em nenhum momento, houve algum critério imposto pelo juiz ou promotor, todas as condutas foram decididas pela maioria (pasmem!).  Após a reunião geral, houve uma reunião particular em salas diferentes com representantes de cada cidade para observação das particularidades que cada município apresenta.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Venda de meia-entrada causa transtornos na 26ª Festa do Capelinhense Ausente



A Festa do Capelinhense Ausente é um evento que, tradicionalmente, reúne os capelinhenses ausentes e presentes para confraternizarem a amizade após um longo período sem se encontrarem. É nesta época que várias pessoas que moram em outras cidades e estados têm a oportunidade de usufruírem de dias de alegria e descanso junto às famílias e amigos. E é dever de todos que se comprometeram com a realização desse grande evento, que este aconteça de forma tranquila e sem transtornos.

Mas não é o que têm acontecido, pelo menos, para alguns estudantes que tentaram obter o direito de comprar os ingressos à meia entrada (assim como é instituído por lei). Muitos estudantes, no primeiro dia da festa, passaram por vários transtornos ao serem abordados pelos seguranças da empresa Ibiza Eventos. No momento da entrada, alunos que conseguiram comprar os ingressos antecipadamente com o "comprovante de matrícula", não conseguiram entrar. Na entrada, os funcionários da empresa Ibiza estava solicitando a "declaração de matrícula" e não aceitaram o comprovante de matrícula e nem a carteirinha. Com isso, vários estudantes tiveram que comprar a entrada à preço de inteira e também levaram prejuízo pelo fato de terem comprado a meia entrada que não foi aceita pela organização, totalizando o valor pago pela entrada de R$ 45,00.

Nota de esclarecimento do PC do B sobre as eleições municipais em Capelinha


O Comitê Municipal do PC do B de Capelinha vem a público manifestar seu posicionamento acerca das negociações com o PT, com vistas ao lançamento de candidaturas aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereadores para ás eleições municipais do corrente ano:

Tendo clareza da dimensão das eleições deste ano e, também, da necessidade de empreender um novo movimento no processo de sua acumulação de forças na esfera político-eleitoral, já no ano passado o Partido iniciou a montagem e realização de seu projeto para a campanha que se inicia.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Mais capítulos da novela "Candidatura do PT em Capelinha"

Capítulo 100: Segundo informações que circulam em Capelinha, a executiva estadual (ou federal?) do PT vetou a candidatura de Washington Pereira. Ainda não nos chegou ao conhecimento nenhuma informação oficial sobre o assunto, mas desde ontem o Hélio Souza (conforme pode ser visto aqui) garante que houve intervenção do Partido dos Trabalhadores na cidade. Nesse cenário, o PT veta a candidatura própria (que por enquanto continua registrada no TSE) e autoriza a coligação com a chapa encabeçada pelo atual prefeito Pedro Viera.

Capítulo 101: A novela, mais uma vez, ganha outros contornos. O pretenso candidato Washington Pereira envia a seguinte mensagem ao MMC pelo Facebook (conforme pode ser visto aqui): "AMIGOS E AMIGAS, SOU CANDIDATO A PREFEITO DE CAPELINHA SIM PELO PT... OS FILIADOS DO PT FORAM TRAIDOS PELA ATUAL PRESIDENTE DO (PT) QUE COLIGOU COM O (PSDB) SEM COMUNICAR COM OS FILIADOS E CANDIDATOS VEREADORES QUE É DE LEI... ELES ESTÃO PUBLICANDO MINHA VIDA PESSOAL NA REDE SOCIAL ISSO É CONTRA A LEI... GOSTARIA DE PEDIR A ESTES QUE TENHAM ÉTICA E CULTURA PARA FALAR DE MIM ... ESTOU DO LADO DO POVO !!! OBG."

Breves considerações:
1 – A nota de esclarecimento que o PT divulgou sobre o assunto pode ser vista aqui.
2 – O pretenso candidato Washington Pereira afirma que participará do pleito. Mas não explica como fará isso sem apoio do seu próprio partido. Também não explica como será possível realizar uma campanha que custará R$0,00 (como pode ser verificado no site do TSE).
3 – Os capelinhenses aguardam ansiosamente pelo fim desta novela!

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Nota de esclarecimento do PT sobre os últimos acontecimentos

Em resposta as falácias da candidatura própria do PT e do recurso de dois filiados com a intenção de se lançarem prefeito e vice, o partido vem a público informar o seguinte:


1º) Que durante mais ou menos 2 anos o partido dos trabalhadores (PT de Capelinha), trabalhou a ideia de candidatura própria; e por isso, a presidente insistia com todos, durante as reuniões, para que cada um, filiasse mais um, pois só assim poderia obter condições reais para lançar uma chapa forte em momento algum, esses dois proponentes se posicionaram como possíveis candidatos a prefeito e vice para o pleito de 2012.

Que no dia 20 de junho de 2012, o partido dos trabalhadores convocou os filiados, para o processo de convenção eleitoral do município de Capelinha, com a seguinte pauta:

terça-feira, 17 de julho de 2012

Capelinha terá um terceiro candidato pelo PT

Clique para ampliar

Hoje, ao consultarmos o site do TSE, nos deparamos com a inscrição da candidatura do Sr. Washington Pereira. O fato nos pareceu bastante inusitado, visto que o PT, há poucos dias, havia retirado a candidatura própria e declarado apoio ao candidato do PSDB, Pedro Vieira.

As informações que o site do TSE traz sobre o candidato são as de que Washington é natural de Montes Claros, nascido no dia 18/04/1980 (32 anos), é barbeiro/ cabeleireiro, casado,  declarou bens no valor de R$ 39.000,00. Terá como vice Gercy Alves Fernandes (conforme pode ser visto neste link). O limite de gastos na campanha da chapa está registrado como R$ 0,00. Tal candidatura pareceu muito estranha a nós cidadãos, sendo que tal fato não condiz com a posição tomada pelo partido há alguns dias atrás.

Sugerimos ao Partido dos Trabalhadores de Capelinha que, por meio de nota de esclarecimento veiculada em rádio, blogs ou jornais, informe aos cidadãos de Capelinha, pelo bem da democracia, como se deu a definição desta candidatura. E que também nos esclareça sobre a "não coligação" do partido, como também nos informe quais são os objetivos desta chapa.

Mais informações sobre os dados do candidato a prefeito neste link.

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Conheçam a Lei de Acesso à Informação

Cidadãos agora têm o direito de saber como é aplicado o dinheiro público

(Texto publicado na Revista Avisa, Nº 3, Julho de 2012, Capelinha, Minas Gerais)




Por Alexandre Macedo
alexandrefernandesmacedo@gmail.com

Entrou em vigor desde o dia 16 de maio uma das legislações mais ousadas que nosso País já aprovou, a Lei 12.527/2011, denominada como Lei de Acesso à Informação, que foi sancionada pela Presidenta Dilma Roussef no dia 18 de novembro de 2011. Tal legislação inaugura uma nova era na história política do Brasil, pois a “cultura do segredo” em relação às informações públicas inicia seu processo de decadência. Com a nova lei, o “segredo” que antes era a regra, passa a ser agora a exceção. Eis as suas diretrizes contidas no Art. 3º:

terça-feira, 10 de julho de 2012

Morador do Bairro Planalto reclama de descaso na Travessa Marajó

O MMC recebeu via e-mail a reclamação de um morador do Bairro Planalto com relação ao descaso que vem ocorrendo no pátio da Prefeitura Municipal. O fato é o seguinte: Após coletar o lixo da cidade, os caminhões são encaminhados até o pátio para serem lavados. Acontece que toda a água resultante da lavagem, misturada à bactérias, fungos e outros microorganismos provenientes do lixo, descem pela Travessa Marajó inundando toda a rua. 

No e-mail, o morador diz que várias crianças pisam descalças pela via  e colocam em risco sua saúde. Além disso, a água espalha um forte mau cheiro e traz sérios riscos de contaminações para toda população do local.

Pedimos à Prefeitura Municipal que resolva o problema com a máxima urgência, pois, segundo os moradores, já foram feitas várias reclamações e o problema continua sem solução. Abaixo as imagens enviadas pelo cidadão:

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Nestas eleições não se deixe levar por lorota



Por Alexandre Macedo
alexandrefernandesmacedo@gmail.com


Como já percebemos pelas ruas, já começou a campanha eleitoral... Não precisa nem notar os carros de som, cartazes, santinhos, dentre outros. Basta notar a quantidade de pessoas que vão te cumprimentar lá do outro lado da rua e que antes, nem olhavam na sua cara. Daí sim, podemos ter a certeza de que a campanha já chegou.

domingo, 8 de julho de 2012

Candidato que suja a cidade não merece seu voto



Não sujar as ruas de nossa cidade nestas eleições é uma das sete propostas incluídas no texto "Sete propostas para as eleições de 2012" elaborado pelo Movimento Muda Capelinha. E por meio de pesquisas na internet, descobrimos que esta também é uma campanha nacional realizada por internautas a fim de chamarem a atenção de candidatos de todo o Brasil. (Veja neste link.).

Em Capelinha, também estaremos de olho na limpeza da cidade, lembrando que os poluidores estão sujeitos à multa estabelecidas pelo Ministério Público e Justiça Eleitoral.

Há candidatos, que por não terem propostas convincentes, acabam forçando suas campanhas por meio do marketting. Por isso cidadão, não vote em um(a) candidato(a) apenas por que ele(a) investe mais em publicidade, vote porque realmente tal pessoa traz boas propostas para o município. Há muitos bons candidatos que não possuem "rabo preso" com poderosos e por isso, não possuem dinheiro para investirem em suas campanhas. Que analisemos criteriosamente cada candidato e não nos deixemos levar apenas pela propaganda.